Arquivo do blog

10 de fev de 2016

É HORA DE RASGARMOS NOSSO CORAÇÃO NA PRESENÇA DE DEUS

Imagem retirada da net.


QUARTA-FEIRA DE CINZAS
INICIAÇÃO DA QUARESMA


Imagem retirada da net



Anúncio do Evangelho (Mt 6,1-6.16-18) 
 — O Senhor esteja convosco. — 
Ele está no meio de nós. — 
PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus. — 
Glória a vós, Senhor! 


Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 1 “Ficai atentos para não praticar a vossa justiça na frente dos homens, só para serdes vistos por eles. Caso contrário, não recebereis a recompensa do vosso Pai que está nos céus. 2 Por isso, quando deres esmola, não toques a trombeta diante de ti, como fazem os hipócritas nas sinagogas e nas ruas, para serem elogiados pelos homens. Em verdade vos digo: eles já receberam a sua recompensa. 3 Ao contrário, quando deres esmola, que a tua mão esquerda não saiba o que faz a tua mão direita, 4 de modo que a tua esmola fique oculta. E o teu Pai, que vê o que está oculto, te dará a recompensa. 5 Quando orardes, não sejais como os hipócritas, que gostam de rezar de pé, nas sinagogas e nas esquinas das praças, para serem vistos pelos homens. Em verdade vos digo: eles já receberam a sua recompensa. 6Ao contrário, quando orares, entra no teu quarto, fecha a porta, e reza ao teu Pai que está oculto. E o teu Pai, que vê o que está escondido, te dará a recompensa. 16 Quando jejuardes, não fiqueis com o rosto triste como os hipócritas. Eles desfiguram o rosto, para que os homens vejam que estão jejuando. Em verdade vos digo: eles já receberam a sua recompensa. 17 Tu, porém, quando jejuares, perfuma a cabeça e lava o rosto, 18 para que os homens não vejam que tu estás jejuando, mas somente teu Pai, que está oculto. E o teu Pai, que vê o que está escondido, te dará a recompensa”. — Palavra da Salvação. 
— Glória a vós, Senhor.

 É HORA DE RASGARMOS NOSSO CORAÇÃO
 NA PRESENÇA DE DEUS

Homilia do dia de Quarta-Feira de Cinzas, retirada do site da Canção Nova.
É hora de rasgarmos nosso coração diante de Deus, que é tão bom para connosco e nos dá remédios para nos curar.

 “Agora, diz o Senhor, voltai para mim com todo o vosso coração, com jejuns, lágrimas e gemidos; rasgai o coração, e não as vestes; e voltai para o Senhor, vosso Deus” (Jl 2,12)

 Deus nos dá a graça, hoje, de iniciarmos o tempo favorável, o tempo da graça, o kairos de Deus em nossa vida. A Quaresma é o tempo que o próprio Senhor nos concede, na Sua infinita bondade, para que possamos nos converter de nossos maus procedimentos, de nossos atos que não fazem bem a nós, ao próximo nem a Deus.

 A Quaresma é o tempo especial da graça do Senhor, de nos voltarmos para Ele. É tempo de rasgarmos, com toda intensidade, o coração, para que ele se apaixone novamente por Deus.

 Acabamos de sair do carnaval, quando as pessoas rasgavam ou tiravam suas roupas, suas próprias vestes! Tantas coisas erradas, vergonhosas e negativas aconteceram. Diante de tudo isso, nosso olhar sobre o mundo não é de julgamento ou de condenação, mas de penitência, é tempo de de clamarmos pela misericórdia divina, para que Deus nos dê um coração convertido.

É hora, agora, de rasgarmos o nosso coração diante da presença de Deus. O Senhor, que é tão bom para conosco, dá-nos três remédios para curar o mal do nosso pecado, para que o nosso coração se converta: o jejum, a esmola e a oração.

O jejum é um caminho de disciplina interior, onde não nos escravizamos pelo alimento, mas deixamos o nosso corpo na servidão de Deus. Jejuar com o coração não é simplesmente deixar de comer isso ou aquilo, mas para que tudo aquilo que fizermos seja para que tenhamos controle da nossa própria vida, sobre nossas escolhas e vontade.

 A esmola tem uma outra tradução em nossa língua que se chama caridade. É tempo de nos abrirmos para as obras de misericórdia, sejam elas divinas ou corporais. Acima de tudo, dar esmola ou viver a caridade é preocupar-se com o outro, cuidar do outro, tirar o melhor de si ou do que tem para dar o que o outro precisa ou não tem.

 A oração é nossa relação profunda com Deus, é colocar-se em comunhão com Deus. Não basta sabermos que Ele existe, que está no meio de nós; é preciso buscá-Lo e ouvi-Lo. É preciso colocar-se no silêncio interior, no recolhimento do nosso quarto para cultivar uma relação amorosa com o Senhor.

 Que a Quaresma seja um tempo de graça, conversão e mudança de vida para todos nós! 

 Deus abençoe você! 
Assista à reflexão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário