Arquivo do blog

28 de ago de 2012

Quando há luz.

 QUANDO HÁ LUZ

Quando Jesus encontra santuário no coração de um homem, modifica-se-lhe a marcha inteiramente.
Não há mais lugar dentro dele para a adoração improdutiva, para a crença sem obras, para a fé inoperante.
Algo de indefinível na terrestre linguagem transtorna-lhe o espírito.
Categoriza-o a massa comum por desajustado, entretanto, o aprendiz do Evangelho, chegando a essa condição sabe que o Trabalhador Divino como que lhe ocupa as profundidades do ser.
Renova-se-lhe toda a conceituação da existência.
O que ontem era prazer, hoje é ídolo quebrado.
O que representava meta a atingir, é roteiro errado que ele deixa ao abandono.
Torna-se criatura fácil de contentar, mas muito díficil de agradar.
A voz do Mestre, persuasiva e doce, exorta-o a servir sem descanso.
Converte-lhe a alma num estuário maravilhoso, onde os padecimentos vão ter, buscando arrimo, e por isso sofre constante pressão das dores alheias.
A própria vida física afigura-se-lhe um madeiro, em que o Mestre se aflige. É-lhe o corpo a cruz viva em que o Senhor se agita crucificado.
O único refúgio em que repousa é o trabalho perseverante no bem geral.
Insatisfeito, embora resignado; firme na fé, não obstante angustiado; servindo a todos, mas sozinho em si mesmo, segue, estrada a fora, impelido por oculto e indescritíveis aguilhões...
Esse é o tipo de aprendiz que o amor do Cristo constrange, na feliz expressão de Paulo. Vergasta-o a luz celeste por dentro até que abandone as zonas inferiores em definitivo. Para Jesus, é o vaso das bençãos.
A flor é uma linda promessa, onde se encontre.
O fruto maduro, porém, é alimento para hoje.
Felizes daqueles que espalham a esperança, mas bem-aventurados sejam os seguidores do Cristo que suam e padecem, dia a dia, para que seus irmãos se reconfortem e se alimentem no Senhor!
  
Emmanuel
                                         

19 de ago de 2012

 MAIS FIRME DO QUE NUNCA!




Passei por provações
Quase vi tudo terminar
Tristeza logo veio em meu olhar
Me senti sozinha no meu caminhar
Achei que Jesus não me olhava mais
Mas mesmo assim nele só pensei
Pois para sempre será o meu Rei
E assim força eu encontrei
Tentaram me parar mas prossegui
Tentaram me calar mas eu louvei
Juraram até pra me ver no chão
Tentaram até contra a minha vida
Mas Deus com suas mãos me segurou
Debaixo das suas asas me guardou
Me deu força e coragem, me renovou
Mais firme do que nunca hoje estou
Se estás em provações
E até pensas em parar
Não podes no caminho desanimar
Os seus inimigos tem que envergonhar
Pois querem ver sua vida fracassar
Vamos unir as mãos em oração
Cantar um hino da vitória em alta voz
Jesus já venceu por nós







 DESISTIR, NUNCA!
 ESTOU SEGUINDO OS PASSOS DE JESUS E
  SEI QUE ELE ESTÁ ORGULHOSO DISSO.