Arquivo do blog

28 de fev de 2016

...



Se quisermos vencer o mal todos os dias 
temos que nos afirmar na nossa fé
 e Crer no poder de Deus 

Sem oração não vencemos o combate 
Sem oração não sentimos 
a verdadeira dádiva da vida
que nos foi oferecida
  
Ainda que tudo nos diga que não 
temos que acreditar que Deus é maior...
Moisés tudo o que fez foi acreditar
no poder de Deus 

Se estivermos unidos a Jesus 
receberemos a força do Espírito Santo 
essa força 
que nada nem ninguém poderá separar  

Todos os dias e em todos os momentos
eu digo: 
Eu sou do Senhor
 e nada nem ninguém me irá separar 
Daquele que deu a vida por mim 
e me tem
 na palma da Sua mão.


24 de fev de 2016

Tempo de Quaresma





QUARESMA

 Muito se fala em quaresma, um tempo de penitência,
E que devemos nos preparar segundo nossa religião,
É hora de refletir, pensar, meditar, jejuar e muitas orações,
Meditar sobre o que aconteceu com o filho de Deus, nosso Salvador.

Jesus muito nos ensinou, a meditar e a orar,
Pedir a Deus a busca da salvação,
Olhando o irmão como irmão dando-lhe o perdão,
Deixando sempre a porta aberta sem fechar o coração.

Da mesma forma devemos
Pedir ao Santo Deus e Senhor
Compaixão, bondade e perdão,
Retribuindo também ao nosso irmão.


É tempo difícil para nós o nosso tempo atual,
Também era difícil para Jesus no seu tempo proclamar,
Mesmo assim Ele mostrava o valor do Amor e da oração,
Falava sobre a partilha e o valor da oração.


Quaresma é tempo de jejuar,
De refletir sobre nós mesmos,
O que queremos na vida, simples humanos mortais,
Ter a beleza do paraíso ou perecer no inferno astral.



As almas são perfeitas, fruto da Criação,
Segundo a imagem e semelhando do nosso Pai Criador,
É porque estamos em harmonia na trilha da salvação,
O caminho que Jesus trilhou, na sua quaresma natural.


Nesse momento quaresmal,
Somos parte da igreja de Cristo,
Jejuar é preciso para purificar nossas ações,
Fortalecer nosso espírito, na quaresma do Senhor.


Aut. António Jorge Barbosa



14 de fev de 2016

1º Domingo da Quaresma





LITURGIA DIÁRIA
1º  Domingo da Quaresma 14/02/ 2016

Anúncio do Evangelho (Lc 4,1-13)


 — O Senhor esteja convosco.
 — Ele está no meio de nós.

 — PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas. 
— Glória a vós, Senhor.



 Naquele tempo, 1 Jesus, cheio do Espírito Santo, voltou do Jordão, e, no deserto, ele era guiado pelo Espírito. 2 Ali foi tentado pelo diabo durante quarenta dias. Não comeu nada naqueles dias e, depois disso, sentiu fome. 3 O diabo disse, então, a Jesus: “Se és Filho de Deus, manda que esta pedra se mude em pão”. 4 Jesus respondeu: “A Escritura diz: ‘Não só de pão vive o homem’” 5 O diabo levou Jesus para o alto, mostrou-lhe por um instante todos os reinos do mundo 6 e lhe disse: “Eu te darei todo este poder e toda a sua glória, porque tudo isto foi entregue a mim e posso dá-lo a quem quiser. 7 Portanto, se te prostrares diante de mim em adoração, tudo isso será teu”. 8 Jesus respondeu: “A Escritura diz: ‘Adorarás o Senhor teu Deus, e só a ele servirás’”. 9 Depois o diabo levou Jesus a Jerusalém, colocou-o sobre a parte mais alta do Templo e lhe disse: “Se és Filho de Deus, atira-te daqui abaixo! 10 Porque a Escritura diz: ‘Deus ordenará aos seus anjos a teu respeito, que te guardem com cuidado!’ 11 E mais ainda: ‘Eles te levarão nas mãos, para que não tropeces em alguma pedra’”. 12 Jesus, porém, respondeu: “A Escritura diz: ‘Não tentarás o Senhor teu Deus’”. 13 Terminada toda a tentação, o diabo afastou-se de Jesus, para retornar no tempo oportuno.


-Palavra da Salvação. 
-Glória a Vós, Senhor.

...Retirado do site Canção Nova

Meu eterno namorado.

Image du Blog fantazia.centerblog.net

O tempo passa
mas o amor permanece
um amor igual ó Vosso, Jesus 
é algo que nunca se esquece

Sou-Vos grata todos os dias
na dor, na alegria e na aflição 
É a Vós ó meu Jesus 
que entrego o meu coração

Tudo que tenho a Vós devo
fazei que nunca me esqueça 
E que este amor que eu sinto 
jamais desapareça. 

Meu eterno namorado 
dono  do meu coração 
Jesus, amado querido
entrego-me em vossas mãos 

Com toda a confiança 
entrego a Vós minha vida
Velai por mim ó Jesus
mais a Vossa Mãe querida.
Amém

Obrigado. obrigado. Obrigado. 
Meu querido Jesus amado
e Eterno Namorado. 


(M.J) MaryzéAlmeida




Image du Blog fantazia.centerblog.net

10 de fev de 2016

É HORA DE RASGARMOS NOSSO CORAÇÃO NA PRESENÇA DE DEUS

Imagem retirada da net.


QUARTA-FEIRA DE CINZAS
INICIAÇÃO DA QUARESMA


Imagem retirada da net



Anúncio do Evangelho (Mt 6,1-6.16-18) 
 — O Senhor esteja convosco. — 
Ele está no meio de nós. — 
PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus. — 
Glória a vós, Senhor! 


Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 1 “Ficai atentos para não praticar a vossa justiça na frente dos homens, só para serdes vistos por eles. Caso contrário, não recebereis a recompensa do vosso Pai que está nos céus. 2 Por isso, quando deres esmola, não toques a trombeta diante de ti, como fazem os hipócritas nas sinagogas e nas ruas, para serem elogiados pelos homens. Em verdade vos digo: eles já receberam a sua recompensa. 3 Ao contrário, quando deres esmola, que a tua mão esquerda não saiba o que faz a tua mão direita, 4 de modo que a tua esmola fique oculta. E o teu Pai, que vê o que está oculto, te dará a recompensa. 5 Quando orardes, não sejais como os hipócritas, que gostam de rezar de pé, nas sinagogas e nas esquinas das praças, para serem vistos pelos homens. Em verdade vos digo: eles já receberam a sua recompensa. 6Ao contrário, quando orares, entra no teu quarto, fecha a porta, e reza ao teu Pai que está oculto. E o teu Pai, que vê o que está escondido, te dará a recompensa. 16 Quando jejuardes, não fiqueis com o rosto triste como os hipócritas. Eles desfiguram o rosto, para que os homens vejam que estão jejuando. Em verdade vos digo: eles já receberam a sua recompensa. 17 Tu, porém, quando jejuares, perfuma a cabeça e lava o rosto, 18 para que os homens não vejam que tu estás jejuando, mas somente teu Pai, que está oculto. E o teu Pai, que vê o que está escondido, te dará a recompensa”. — Palavra da Salvação. 
— Glória a vós, Senhor.

 É HORA DE RASGARMOS NOSSO CORAÇÃO
 NA PRESENÇA DE DEUS

Homilia do dia de Quarta-Feira de Cinzas, retirada do site da Canção Nova.
É hora de rasgarmos nosso coração diante de Deus, que é tão bom para connosco e nos dá remédios para nos curar.

 “Agora, diz o Senhor, voltai para mim com todo o vosso coração, com jejuns, lágrimas e gemidos; rasgai o coração, e não as vestes; e voltai para o Senhor, vosso Deus” (Jl 2,12)

 Deus nos dá a graça, hoje, de iniciarmos o tempo favorável, o tempo da graça, o kairos de Deus em nossa vida. A Quaresma é o tempo que o próprio Senhor nos concede, na Sua infinita bondade, para que possamos nos converter de nossos maus procedimentos, de nossos atos que não fazem bem a nós, ao próximo nem a Deus.

 A Quaresma é o tempo especial da graça do Senhor, de nos voltarmos para Ele. É tempo de rasgarmos, com toda intensidade, o coração, para que ele se apaixone novamente por Deus.

 Acabamos de sair do carnaval, quando as pessoas rasgavam ou tiravam suas roupas, suas próprias vestes! Tantas coisas erradas, vergonhosas e negativas aconteceram. Diante de tudo isso, nosso olhar sobre o mundo não é de julgamento ou de condenação, mas de penitência, é tempo de de clamarmos pela misericórdia divina, para que Deus nos dê um coração convertido.

É hora, agora, de rasgarmos o nosso coração diante da presença de Deus. O Senhor, que é tão bom para conosco, dá-nos três remédios para curar o mal do nosso pecado, para que o nosso coração se converta: o jejum, a esmola e a oração.

O jejum é um caminho de disciplina interior, onde não nos escravizamos pelo alimento, mas deixamos o nosso corpo na servidão de Deus. Jejuar com o coração não é simplesmente deixar de comer isso ou aquilo, mas para que tudo aquilo que fizermos seja para que tenhamos controle da nossa própria vida, sobre nossas escolhas e vontade.

 A esmola tem uma outra tradução em nossa língua que se chama caridade. É tempo de nos abrirmos para as obras de misericórdia, sejam elas divinas ou corporais. Acima de tudo, dar esmola ou viver a caridade é preocupar-se com o outro, cuidar do outro, tirar o melhor de si ou do que tem para dar o que o outro precisa ou não tem.

 A oração é nossa relação profunda com Deus, é colocar-se em comunhão com Deus. Não basta sabermos que Ele existe, que está no meio de nós; é preciso buscá-Lo e ouvi-Lo. É preciso colocar-se no silêncio interior, no recolhimento do nosso quarto para cultivar uma relação amorosa com o Senhor.

 Que a Quaresma seja um tempo de graça, conversão e mudança de vida para todos nós! 

 Deus abençoe você! 
Assista à reflexão.

7 de fev de 2016

Só existe um dono do meu respirar.



QUE O MEU RESPIRAR SEJA PARA DEUS
E PASSE O QUE SE PASSAR
SEJA PARA DEUS O MEU RESPIRAR. 


EM TODOS OS DIAS 
E EM TODOS OS MOMENTOS 
EU DIGO:
EU SOU DO SENHOR.

É ESTA A CERTEZA QUE EU TENHO 
E É COM ELA QUE EU VIVO...
O MAL JAMAIS ABATE
 AQUELE QUE CRÊ FIRMEMENTE NO SENHOR. 
EU CREIO!!!


Image du Blog fantazia.centerblog.net

3 de fev de 2016

Depoimento da mulher de um consagrado.

   Esta publicação despertou algo em mim...e  não pude deixar de partilhar com os irmãos que por este Blogue passam.



 Mulher de um consagrado...


Jornal Stampa, de Turim (Itália):





O depoimento de quem casou com um Consagrado – “Consagrado um dia, consagrado para sempre!”
O jornal “Stampa” de Turim ( Itália), a propósito de uma série de matérias por ele publicadas a respeito do problema do celibato na Igreja, recebeu de uma leitora uma carta assinada, da qual reproduz em sua edição de 6 de março último os seguintes trechos:
“Pretendo com esta humilde carta responder não aos padres, mas todas as mulheres e moças que tencionam construir sua vida com um deles, ou com um consagrado do Senhor.
“Ele era bonito de maneiras cativantes e eu… não tinha ninguém!
“Agora vivo com ele; não estou mais sozinha… por fora; mas, interiormente, que solidão penosa! que angústia!
“Ele não celebra mais a missa: “está fora”. Mas talvez nunca tivesse se sentido tão próximo do seu Deus como agora. Continua tratando-me com bondade e delicadeza, mas… não pertence a mim, nunca pertenceu. O homem que existia nele era pequeno demais para sobrepujar o sacerdote que estava a serviço de um Senhor tão grande e que não podia ser esquecido.
“Quantas lágrimas derramei! Deus terá em conta minha contínua dor e remorso. Sei que um dia ele irá embora – voltará a seu ministério. Ficarei sozinha; mas a solidão que me sobrevirá será uma benção e, ao mesmo tempo, uma dor de expiação.
“Quisera explicar a todas as mulheres que pretendem imitar o meu erro que entre elas e o sacerdote há um abismo enorme; e chama-se: “mãos consagradas”.
“Ninguém imagina o que significam estas simples palavras. É preciso experimentar para acreditar! Uns dias atrás, estávamos à mesa; ele bebia um pouco de vinho: o mesmo gesto de quem, na missa, está acostumado a beber o vinho, mas com outra 
finalidade! Ontem dizia-me que sonhara com um rebanho debandado, uma ovelha aqui, outra lá, depois acrescentou:
“Pois é, faltam os pastores”. E hoje eu sou apenas a memória do seu pecado.


 Amigas, deixem os padres em paz: eles pertencem à Deus e não podemos lutar contra Deus; cedo ou tarde ele acaba vencendo”

Fonte: Revista HORA PRESENTE, Ano I – Agosto/1969 -Nº.4
Imagem tirada da Internet.



Imagem tirada da Internet.