Arquivo do blog

11 de jan de 2010

A HÓSTIA DA PROVIDÊNCIA



 Se quiserdes que a vossa vida seja santa e plena de Deus... acolhei todo acontecimento, todo sacrifício, toda provação do mesmo modo com que recebeis a SANTA HÓSTIA na missa pela manhã.
Bem assim como nesse momento ditoso, nem de leve considerais os véus das SANTAS ESPÉCIES, para fixar vossa atenção inteira e as adorações de vossa alma tão somente em  Nosso Senhor presente em vós para vos santificar, assim também aprendei a vos transpor além das causas segundas, determinadas por Deus, a servirem de mais um degrau para perto dEle chegar a vossa alma e a Ele se unir.
Que essa intervenção secundária tome o nome que tomar: penas interiores, acabrunhamentos, aridez, tentações, padecimentos da alma, dificuldades de família, sofrimentos físicos, suporte mútuo dificultoso, obediência que contraria, observância que repugna, pormenorezinhos da vida que cansam, em tudo isso dizei sempre convosco mesmo, dizei logo: É UMA HÓSTIA!
Recebei, pois, com cuidado e respeito sumo essa HÓSTIA DA PROVIDÊNCIA.
Guardai-a bem fechada no vosso coração, no cibório de vosso peito, e adorai-a comungando  com o pensamento que teve vosso Pai do céu, quando a enviou a vosso amor,  à vossa generosidade. E, sem dar ensejo à vossa alma de se debater com os     “porquês” sem fim da natureza, cega no sofrimento, fazei com ânimo, em silêncio, na paz de uma fé viva, fazei então a vossa  AÇÃO DE GRAÇAS, para receber o dom  divino em toda sua plenitude.
Como em organismos debilitados, de longa atuação, as SANTAS ESPÉCIES permanecem por mais tempo, assim quando o sentimento de pesar nos sofreres vier importunar vosso coração sensível e delicado, não se amargure esse coração visitado  pela providência, mas antes pensai que  a presença real dessa HÓSTIA perdura ainda, e renovai então os atos de  ADORAÇÃO E DE AÇÃO DE GRAÇAS.
Uni sempre  vossos agradecimentos, para serem perfeitos, uni-os aos louvores do Coração de nossa Mãe do céu, o coração mais agradecido que das mãos de Deus saiu,  e que se exprima mesmo a   vossa gratidão, no canto do MAGNIFICAT, de Nossa Senhora.

Amém.
 AMO-TE SENHOR!

Um comentário:

  1. Relações Publicas Elshaday12 janeiro, 2010

    "Uni sempre vossos agradecimentos"
    Por muito que eu os una, nunca vou agradecer o suficiente....
    Também te amo Senhor!

    ResponderExcluir